Varredura está sendo realizada no interior de Vila Maria


Varredura está sendo realizada no interior de Vila Maria

Categoria: Notícias //


Um censo vacinal, chamado de varredura, está sendo realizado nas áreas rurais do Rio Grande do Sul, incluindo o município de Vila Maria, para reconhecer se as pessoas estão imunizadas contra a Febre Amarela. O trabalho é executado pelas Agentes Comunitárias de Saúde, por meio da análise das Carteiras de Vacinação e envolve 100% da população.

 

Conforme informações repassadas pela equipe responsável pela Sala de Vacinas, as pessoas que já receberam uma dose de vacina contra a Febre Amarela são consideradas imunizadas por toda a vida. Já a pessoa que não deseja se vacinar, deverá assinar um termo de recusa, junto à sala de vacinas do Posto de Saúde.

 

A vacinação é indicada a partir dos 9 meses de idade até 59 anos. Acima de 60 anos somente deverão ser vacinadas após avaliação médica. É contra indicada para mulheres grávidas ou amamentando (exceto onde ocorre a confirmação de circulação do vírus) e pessoas que tem alergia ao ovo de galinha. Para doadores de sangue, é indicado se vacinar após 4 meses da última doação.

 

A equipe de vacinação do município conta com a colaboração da população, para que as carteiras de vacinação sejam guardadas em local de fácil acesso, de forma que as Agentes Comunitárias de Saúde possam conferir e orientar sobre a imunização, ao realizarem a visita nas residências.

 

Os sintomas iniciais da Febre Amarela incluem: início súbito de febre, calafrios, dor de cabeça intensa, dores nas costas, dores no corpo em geral, náuseas e vômitos, fadiga e fraqueza.

 

A doença já se manifestou em 1.376 pessoas, provocando 483 óbitos, a nível nacional. Em 2019, até 19/05, foram confirmados 81 casos de Febre Amarela e 14 óbitos, sendo um deles registrados no estado de Santa Catarina.